Você deixa de Comprar o que Precisa pra ir ao Salão de Beleza?

Você deixa de Comprar o que Precisa pra ir ao Salão de Beleza?

Oi gente! Tão boas?

Sabe quando você ensaia pra falar alguma coisa e não sai? Foi assim que inúmeras vezes comecei esse texto e parei. O que vejo esta demais! Vejo pessoas fazendo tudo por si, seja cabelo, pele, corpo, e esquecendo outras prioridades e o maior problema esta em fazer reconhecer que tudo esta demais e exagerado!

Dessa vez não falo só de consumismo desenfreado, porque pra consumir, no mínimo, tem que ter, e poder fazer isso, agora pedir emprestado, tirar da onde nem tem em busca da beleza é uma situação diferente, principalmente quando se tem filhos e pessoas que dependem de você.

A Mídia

A mídia prega um corpo perfeito, um cabelo perfeito, um mundo de sonhos e fantasias que não existem em muitas casas, que faz pessoas desejarem o que não podem, ou que não estão ao seu alcance, faz as pessoas buscarem acima de tudo uma imagem e não um caráter, princípios e valores de vida, que hoje já acabam desgastados, parece que tudo não passa de bumbum, cabelo perfeito e grife!

Vejo constantemente que essa busca pela imagem ideal, chega a tirar o sono de algumas meninas, faz feias quando na verdade já são bonitas, os torna repugnantes quando desenfreadamente passam acima de tudo e de todos para alcançar o que almejam, gastam suas economias, tiram da onde vão precisar futuramente, ou emprestam sem saber se podem pagar… enfim, várias situações na onde o consumismo faz parte, a ilusão de um corpo perfeito e roupas de grife que “acham” que os torna pessoas melhores e mais bonitas do que outras pessoas.

Não estou aqui pra mudar o comportamento de ninguém, mas penso, que de repente… isso possa ser refletido na sua vida, de maneira a colocar algumas prioridades da família antes da busca da beleza.

O que eu penso

Vou te falar, sou pobre de “marredeci”, tenho barriga mesmo sendo magra, e celulites que me acompanham faz tempo, e não tenho nenhum desentendimento com minhas partes problemáticas do corpo, sou bem feliz assim… não faço abdominal porque não tô nem ai pra barriga tanquinho, aliás é o tanquinho que me espera pra lavar roupa, e não tenho vergonha disso, tenho rugas que me fez mulher e não to nem ai pra cada uma delas, me sinto muito bem vendo elas e sabendo que hoje sou uma mulher muito melhor que há 20 anos atrás.

Compro sim produto caro, e parcelado, quando posso, quando me sobra… mas principalmente quando não falta nada para meus filhos, quando eles tem tudo que precisam, e não tenho que me enforcar no cartão de crédito por causa disso.

Não ligo pra quem tem roupa de marca, bolsa, pra mim uma grife não faz o caráter de uma pessoa, estando ela de chinelo ou não o que conta são suas atitudes, o respeito que ela demonstra diante da sociedade, como o respeito por si mesmo, e como encara a vida sem ser manipulada por modismos.

Também sei ser compreensiva com quem busca a todo custo uma beleza inalcançável, porque te digo, a maior beleza vem do interior, de atitudes, mas entendo o quanto muitas pessoas precisam se sentir bem com o espelho portando uma bolsa nova, um óculos e penso que é o consumismo que segura sua auto estima.

De qualquer maneira, desejo a felicidade acima de tudo, seja de que maneira for, estando com as pessoas que amo e que me aceitam como sou, sem precisar usar mascara, prender a barriga ou fechar a boca quando na verdade quero gritar: "Eu estooooouuu felizzz!"

Beijos
Bom fim de semana!