Uso do Formol no Rio de Janeiro

uso do formol no Rio de Janeiro

Oi gente! Tão boas? Vocês ficaram sabendo sobre o uso do formol no Rio de Janeiro? É uma lei lá no Rio de Janeiro que obriga os salões a informarem dos riscos do formol? 

Isso na verdade, deveria existir em todos os salões, e não ser uma lei específica para um Estado. 



A coisa começou desde 2009 sendo desenvolvida e sofrendo alterações até hoje.

Tudo por conta de um projeto de lei que obrigava os salões a não utilizarem o formol, colocando os riscos e a porcentagem segura para utilização das químicas progressivas em todos os Salões de Beleza.

A intenção foi boa, com certeza. 

Porque prevenia o consumidor de ser lesado por componentes químicos, sabendo ele dos riscos que continha a química a ser utilizada; 

Com certeza a Lei imposta a todos os salões deteve boa parte do uso clandestino de formol nas progressivas e assim não teve mais problemas com isso... espero que não né? 

Mas não é o mesmo que vemos acontecendo em São Paulo!!

>>> O que eu quero hoje é informar o quanto essa coisa toda pode ser mudada, não só lesando quem está usando a química de forma errada, mas também mostrando ao consumidor sob quais circunstâncias ele está fazendo esse procedimento e o quanto pode ser lesado na própria saúde por isso!


Mas e daí o Uso do Formol no Rio de Janeiro ficou como?


Ficou assim, no site da Prefeitura do Rio de Janeiro:


Formol

O formol é usado para embalsamar peças de cadáveres e também na fabricação de drogas e pesticidas. Para obter o efeito alisante nos cabelos, o formol é adicionado clandestinamente aos cosméticos em quantidades elevadas, o que coloca em risco a saúde tanto de clientes como de cabeleireiros.

A Vigilância Sanitária Municipal do Rio de Janeiro, sempre atenta à saúde da população, alerta os usuários dos serviços de beleza para os riscos do uso de formol em produtos clandestinos para alisamento de cabelos. São vários os efeitos nocivos que esta substância pode causar quando adicionada irregularmente aos alisantes.

As escovas clandestinas com formol podem causar:
 
  • Irritação nos olhos e nas vias respiratórias;
  • Queimaduras na pele e no couro cabeludo;
  • Reação alérgica podendo levar à morte por choque anafilático;
  • Câncer e problemas reprodutivos (malformações em fetos).
 
Em altas concentrações pode causar pneumonia, bronquite e laringite.

No caso de inalação, os sintomas mais frequentes são fortes dores de cabeça, tosse, falta de ar, vertigem, dificuldade para respirar e edema pulmonar.

O contato com o vapor ou com a solução pode deixar a pele esbranquiçada, áspera e causar forte sensação de anestesia e necrose na pele superficial.

Outras consequências são danos degenerativos no fígado, rins, coração e cérebro.
Longos períodos de exposição podem causar dermatite e hipersensibilidade, rachaduras na pele (ressecamento) e ulcerações principalmente entre os dedos; podem ainda causar conjuntivite.

Fonte: Instituto Nacional do Câncer.

O uso, a comercialização, a oferta ou a adição clandestina de formol em cosméticos é crime previsto em lei.
 

A Vigilância Sanitária Municipal do Rio de Janeiro conta com você, cidadão, para combater a adição clandestina de formol em produtos cosméticos. Denuncie e divulgue os efeitos nocivos que esta prática causa aos usuários e aos profissionais dos salões.
 
Parece ótimo mesmo ter todas as leis contra os males do formol estampados em todos os salões não acham meninas?

Tem mais coisa ainda sobre uso do Formol no Rio de Janeiro?

Teve alteração na Lei 5.409/09 o que significa que não tem mais uma multa fixa pra isso.

O salão que não informar sobre os males do formol em alisantes de cabelo serão aplicadas multas através do Código de Defesa do Consumidor que variam de 600 conto a 9 milhões!!

Claro que os critérios da multa será sobre a gravidade da situação ocorrida no salão e o fornecedor do produto;

E um salão de bairro não vai ter uma multa tão grande visto que também está a vista a condição econômica. Não se multa um “salãozinho” como um “salãozão” se é que me entendem!





Gente, porque essa Lei não existe para todos os Salões do Brasil?

Daí… eu posso estar mal informada se por acaso em São Paulo, BH e outros Estados já está ocorrendo esta lei. 

Mas eu não estou sabendo de nada! E vocês?

Meninas? Estão sabendo de algum “burburinho” por aí?

Porque olha… eu já coloquei aqui a infelicidade de alguns posts com uso “extrapolado” do formol, e visto que "mesmo que liberado" isso está sendo informado nos salões, já faz um "enorme" diferença não faz?


Em São Paulo isso ainda acontece!!!

uso do formol - Foto reprodução: fotonova

Isso gente! É reação alérgica a progressiva.

Vocês não fazem ideia de quantas perguntas eu recebo sobre esses problemas! Quase todos os dias! 

E olha… Aconteceu com esta mulher no fim do ano passado. E no relato da notícia ainda diz:
A TV TEM conversou com um dos donos do local onde ela fez o procedimento e ele disse que o produto usado na progressiva da faxineira tinha formol, mas em uma quantidade mínima, autorizada pela Vigilância Sanitária.
 
Detalhe: A alergia foi 48 horas depois do uso.

>>>E a mulher: "Estou com feridas na cabeça. Fui na advogada e ela vai entrar com processo. Acho que foi por causa do formol, eu sou alérgica e não sabia", diz.
 

Pera!!! O uso do Formol não tinha sido proibido???


>>> 2013 - Formol Ressucitado pela ANVISA
>>> 2013 - ANVISA sobre o ácido Glioxilico

Deixa ver esses posts:

>>> 2015 - Progressiva como Condicionador
>>> 2016 - Eu que faço minha progressiva com formol?? Como assim??

O que está acontecendo ainda? Porque ainda faço posts sobre formol e suas periculosidades?

Porque São Paulo e outras regiões não tem uma lei assim mais firme como a do Rio de Janeiro?? 

Isso evitaria transtornos não evitaria?

Transtorno não né, porque não vamos chamar de “gripe” um problema como esse que afeta desde a auto estima até o seu trabalho e convivência social!

O que podemos fazer meninas??

Beijos

Fontes:


Vem cá gente! Segue aqui ó








Este conteúdo é original de PnC