Cabelo e Gravidez – Os Proibidos

Cabelo e Gravidez

Oi gente! Tão boas? A gravidez não é pra ser entendida que é uma doença. É um estado que a mulher fica por nove meses, gerando uma vida. Embora seja comum, e nada dramático para muitas mulheres, para outras o drama já começa no médico, quando tudo é proibido na gravidez e nada pode ser feito como todas as outras fazem! Cabelo e gravidez pode ter coisas frustrantes e que você ainda não sabia!!


Claro que é uma frustração, porque dizer que cabelo e gravidez não afeta sua vaidade é não se olhar no espelho.

E não que seja de uma forma negativa, mas que nem todas as mulheres têm seus cabelos lindos, maravilhosos e brilhantes na gravidez. 

As vezes nem é coisa só do cabelo, são as estrias, as restrições de comida e de hábitos, a mudança de vida drástica para algumas mulheres.


Quem já teve sua gravidez numa boa, sem problemas e ficou com o cabelo lindão o tempo todo, não sabe o que essas futuras mamães passam com o cabelo e gravidez, do tipo “palha”, caindo, ou mais fino, mais frágil, com enjoos quase o dia todo, com o cabelo liso agora enrolando…


E ainda tem as Proibições!!

Se não era pra ser desesperador para algumas mulheres para outras é exatamente o contrário. O problema é intenso, parece que nunca vai acabar, especialmente quando o médico já te proíbe diversas coisas.

Normalmente essas proibições acontecem por alguns motivos e que os médicos sugerem  que não “extrapole”. 

São mamães acima dos 40, com problemas de pressão alta, ou com doenças mais graves que precisam ser acompanhadas, com muitos enjoos, sem resistências e totalmente alérgicas.

Mas falando exatamente sobre os problemas da gravidez que achei melhor colocar aqui o que vi nesses grupos, além do que a química já conta aqui. É preciso sempre ter cautela quando seu médico te proíbe de tudo.



As respostas da técnica química em Progressiva:



Antes de pensar nas proibições lembre-se que cabelos não são iguais, e os hormônios influenciam drasticamente no crescimento e queda dos fios, nesse estado, especialmente quando já há outros problemas interferindo na gestação.


Não pode pintar na Gravidez

Pode pesquisar em todo lugar nessa net, nada é mais convincente do que seu médico falar. Isso porque o médico conhece seus problemas, sabe a quantas anda sua pressão e tudo que esta vivendo nessa gravidez.


Aliás, já vale um alerta: Olhe para seus dedos. Vê que eles não são do mesmo tamanho e nem iguais? Com filhos e gravidez é a mesma coisa. Nada é igual. Se pintou na outra gravidez e nessa o médico pediu para não fazer, não faça!

Não tem site que vá te dar essa segurança mesmo que entenda que esta indo tudo bem.

🚫 Gravidez é que nem estrada sem placa, você nunca sabe quando vai ter que diminuir o ritmo porque uma curva esta chegando, por isso, cautela sempre.✋

Então se não pode pintar o cabelo, significa que não pode com as químicas das colorações, ok? Va para outras alternativas e que não tenha as mesmas coisas da tintura. 
Tonalizantes, máscaras coloridas. Há de se dar um jeitinho no cabelo para que você aguarde o tempo certo para fazer a coloração ou descoloração.

Lembrando que a maioria dos médicos só indicam químicas a partir do primeiro trimestre de gravidez, então antes disso é bom nem pensar no assunto.

👉http://guiadobebe.uol.com.br/gestante-pode-pintar-o-cabelo/

Se pintou estando grávida só passar ao médico ele vai te orientar sobre qualquer química feita.

Quando se fala em cabelo e gravidez é bom ter em mente que nessa área onde quer aplicar uma química também tem vasos sanguíneos, que também são uma porta de entrada pra alergias e problemas direto a formação do bebe.



Não pode alisar 

A verdade é que alisantes são complicados nessa fase, por conta de todos os problemas que o cabelo passa, e ainda vai ler nesse post!

O risco maior é de alergias, sem dúvida, que se uma futura mamãe já sensível adquirir isso por química o problema será difícil pra tratar, uma vez que se exige remédios anti-alérgicos. E quem quer ficar grávida e ter que tomar remédios?

Os alisantes podem conter substâncias tóxicas, especialmente no primeiro e até segundo trimestre. Imagina as progressivas que as vezes nem sabe o que estão utilizando? Lembra o que a química fala? Grávida é 0% de formol!

Eu não vou te convencer, nem mesmo após o quarto mês. Somente seu médico mesmo. Mas olha como mudamos o cabelo durante e também depois da gravidez!! Lê isso!

Cabelo E Gravidez - Também muda a Forma?

Você achava que o problema era só sobre pintar e fazer progressivas não é? Entra nos fóruns e vai ver o quanto as meninas reclamam que o cabelo esta crescendo de outra forma! De liso para enrolado, ou ondulado.

Quando a mulher engravida, o hormônio estrogênio age sobre os folículos capilares, bagunçando o crescimento do cabelos. Os fios param de cair e, assim, a cabeleira ganha um volume maior. A textura também sofre alterações e as madeiras ficam mais lisas ou onduladas.

Crescem diferente e também tem sua textura modificada.

Isso já é mais um dos fatores a se pensar quando fazer químicas no cabelo na gravidez, mesmo depois do quarto mês.


E depois?

Depois muda de novo!

Os hormônios só voltam a se equilibrar aproximadamente 3 meses após o bebe nascer, o que significa que acontece muita coisa anormal com cabelos, como a queda de fios por exemplo, ou o cabelo no estado “palha”.

Mais um fator pra pensar antes de fazer químicas nessa fase de equilíbrio hormonal.
Além da queda de fios e esse problema da textura em alguns cabelos, o volume do fio parece diminuir.

E a boa notícia é que isso tudo é uma fase temporária. Nada é pra sempre e você não vai ficar careca só por conta de um desequilíbrio hormonal. Logo depois desses 3 meses o organismo volta ao normal.

Se você esta grávida e quer trocar experiências, olha esses fóruns:



Eu lembro que nas minhas gestações sempre tirava dúvidas e trocava experiências com outras mulheres nesses fóruns. Trocar experiências é muito bom quando esta nesse momento, porque te faz relaxar sobre algo que é temporário.

Links Legais para as grávidas:



Este conteúdo é original de PnC