O cabelo pode ser reparado, reconstruido ou é mito?

Reconstruindo o fio

Oi gente! Voltei…

Em dois anos de Blog eu tive a graça e a oportunidade de conhecer pessoas, profissionais, empresários, donos e criadores de industrias, engenheiros químicos, cabeleireiros, com ríquissimas experiências em cabelos, teóricas e práticas, de congresso, e mestrado… Foi atrás deles que sempre ia quando tinha alguma dúvida, e são eles que me proporcionaram a experiência que tenho hoje, quem vem me trazer uma matéria, cientificamente comprovada de que cabelo pode ser restaurado e reconstruído é minha amiga e engenheira técnica química Adriana (http://www.ziniacosmeticos.com.br/) vocês já conhecem ela, sempre ajudava com as perguntas sobre progressiva aqui no Blog…

A Adriana veio mostrar pra vocês como o fio pode ser reconstruído  trazendo uma matéria direto do fabricante do ativo!

O cabelo humano é composto em grande parte por uma proteína rígida chamada Queratina, que por sua vez contém uma grande quantidade de Cistina, seu principal componente.
Cada fio de cabelo é coberto por uma camada de escamas bem fechadas conhecidas por "cutícula" que protege o interior do cabelo. A elasticidade dos fios depende das ligações S-S ou ponte de enxofre das moléculas de Cistina.
Quando o cabelo é exposto a uma série de fatores externos e/ou agentes agressores ocorre um rompimento desta ligação.
Um tratamento cosmético baseado em agentes que possuam afinidade/identidade com esta estrutura, ajuda restaurar a flexibilidade e resistência dos fios de cabelos.
Danos no fio
Danos no fio 1
Total de indivíduos: 10 mulheres de 45 a 69 anos com cabelo seco ou danificado.
Freqüência de uso: 3 aplicações por semana e mum total de 8 leituras.
Fotos de microscópio eletrônico:
recuperação do fio

recuperação do fio
recuperação do fio 1

recuperação do fio 2



recuperação do fio 3

Meninas, a intenção da empresa quimica é apresentar ao fabricante de cosméticos que seu Blend de ativos, no caso o Bio Restore, com proteina do trigo, cisteina pode realmente reparar o dano no fio.

Assim como os engenheiros quimicos, usam tecnologia de ponta em suas criações cada vez mais o mercado cosméticos segue as novas tecnologias apresentadas, investigadas, pesquisadas e desenvolvidas para que nós, consumidores podemos usufruir do melhor em nossa casa.

Tanto eu, quanto a Adriana só queremos informa-la que sim, nosso cabelo pode ser reconstruido se não por esses ativos por outros que comumente são estudados para nosso benefício.

Beijos