A diferença da Hidratação, Nutrição e Reconstrução no Salão

A diferença da Hidratação, Nutrição e Reconstrução no Salão

Olá meninas tudo bem? Hoje eu gostaria esclarecer essa duvida que muitas pessoas tem na hora de adquirir algumas mascaras, e principalmente na hora que vem ao salão. Ficam perdidas na hora de escolher um tratamento e saber qual é o correto para o cabelo que supra a necessidade exata do fio.
Essa semana houve uma promoção no salão onde eu trabalho sobre reconstrução e muitas clientes não sabiam o que eram!

E com as dicas certas você mesma pode diagnosticar o problema para passar pro seu cabeleireiro.


 

Hidratação

É necessária quando o cabelo está seco ao toque, opaco e sem brilho.
Danos causados por sol e uso de secador e chapinha diária.
 
Dicas de máscara de Hidratação aqui:


Nutrição

É indicado quando os sintomas da falta de hidratação não foi resolvido e por isso se agrava causando perda de elasticidade, frizz, e afinamento da fibra capilar.
 
Dicas de máscaras de Nutrição aqui:
 

Reconstrução

O cabelo precisa ser reconstruído quando:
 
  1. Seca muito rápido, dificuldade de pentear , ele fica elástico e quebradiço.
  2. São danos causados por descoloração, chapinha, sol, muita química;
  3. E por não ser tratado pelos primeiros sintomas.
 
Reconstrutores, dicas aqui:
 
Todos esse procedimentos são feitos com mascaras e não são químicas meninas, não tem formol nessas máscaras e muito menos alisa o fio, são tratamentos.


  • Por isso precisamos deixar claro que tudo que alisa não trata e sim mascara o problema. 


É preciso investir o mesmo que gastamos com químicas ou o dobro pra hidratar, nutrir e reconstruir a fibra!!!

Meninas espero que tenha gostado e esclarecido essas duvidas. Um grande beijo fiquem com Deus.


Maysa - Tô no face, aqui e no G+ +Maysa Pires e insta: @maysapiress
Este conteúdo é original de PRODUTINHOS NO CABELO :   Post feito pela hairstylist Maysa Pires

Fez Henê? Esquece Descoloração!!



Oi gente! Tão boas? O assunto de hoje é pra tirar dúvidas sobre um produto que tinge e alisa progressivamente e que é vendido bem baratinho nas lojas de cosméticos, o Henê!

Não tenho intenção nenhuma de falar mal do henê, até tem a Lu (Blog aprendiz de cabeleireira), uma amiga blogueira que fala muito bem do henê e mostra os pontos vantajosos de se usar esse cosmético, porém, como ela mesma disse tem que amar cabelos pretos!



A química do henê deixará seu cabelo assim, progressivamente preto, e não é um tom de coloração, profissional conhece isso de longe, o tom fica diferente, até porque você não usa henê uma vez, ou uma vez no mês, você vai aplicando durante as semanas para manter o cabelo com a química e deixar o cabelo mais pigmentado e também liso,  o negócio não vai alisar instantaneamente mas depois de uma média de 15 aplicações ou mais. Sem considerar a raiz que é outra história.


Mas com a progressiva da??


Quando a gente fala de henê vocês precisam entender que é um recurso limitado para o cabelo, daí a questão não é bater boca sobre o assunto mas informar quem não sabe e não conhece, do que vai ter que abrir mão quando começar a usa-lo.

E acontece muito que henê também não deixa o cabelo liso como muita gente ama e vem a história sobre querer fazer progressiva por cima do henê e ser incompatível, coisa que a técnica química contou aqui no blog e um monte de gente xinga por isso…



Então gente, essa história da incompatibilidade com química progressiva pode acontecer sim, mas isso acontece com um cabelo que já usa henê há anos e já esta danificado, a fragilidade do cabelo e a falta de tratamento é que vão fazer o cabelo quebrar sendo uma química por cima da outra.


Eu e o Ivan, estamos há três ou quatro dias falando aqui desse assunto, e o Ivan usou umas “trocentas” mechas e tudo que é produto pra gente realmente ver essa incompatibilidade, e realmente o cabelo pode não quebrar imediatamente a aplicação de uma progressiva, mas isso é muito relativo e perigoso, pode fazer o cabelo partir pela fragilidade e o excesso de química no fio.

Sem contar que estamos falando de química de alisamentos sem dar nome as coisas, ou seja, é preciso diagnóstico de profissional que conhece ambos procedimentos.

E como não sabemos aonde e pra quem vai entregar seus cabelos, o conteúdo da mensagem é uma só, esqueça outros tipos de alisamentos com essa química “Pirogalol” do Henê, como disse, é um produto limitado que não te da opções.

Uma vez que comece a usa-lo, saiba que só cortando e deixando crescer pra remove-lo.


E a Descoloração??


Gente… desculpa, mas não é todo mundo que está informada como vocês estão, que usam ou não henê e que acompanham blogs e profissionais dentro da atualidade… tem gente que vai na loja de cosmético e pede aquilo sem se quer saber como fará, eu vi isso meninas… e como fazer mechas e ter cabelos loiros é algo muito desejado por muitas mulheres, é indispensável que essa dica seja dada, que essa informação seja passada sempre!

E claro que o Ivan fez o teste numa mecha com henê utilizando descolorante, espia isso:





Acho que o Ivan falou tudo, porque se eu vi na loja de cosmético, ele viu essa pergunta no salão!!!

Acho que esta mais do que claro que é preciso pensar antes de aplicar o henê, se esta certa do que deseja e nem gosta do loiro a ponto de no futuro querer mudar o cabelo talvez seja a opção viável para mante-lo escuro e mais liso do que suas ondas normais, mas pesquise a fundo quem tem cabelos cacheados e deseja usar essa química.

Espero ter esclarecido a dúvida de quem pensa em fazer a química do henê.

Quero agradecer o Ivan que mais uma vez colaborou aqui no blog pra tirar dúvidas com seu vídeo que foi esclarecedor quanto a incompatibilidade com a descoloração.

Segue o Ivan aqui meninas, no youtube e no Face.

Beijos

Este conteúdo é original de PnC - Teve a colaboração do hairstylist  Ivan Luiz