Revertendo a calvície - saiba as novidades sobre crescimento capilar

Revertendo a calvície - saiba as novidades sobre crescimento capilar
Revertendo a calvície - saiba as novidades sobre crescimento capilar/ Foto: Reprodução

Oi gente! Tão boas? As vezes eu prefiro nem discutir sobre crescimento capilar, é uma faca de dois gumes o assunto, porque o que não pode ser revertido no seu DNA esquece tentar agir contra, mas enfim, o que a gente consegue com muitas dicas por aí é visualizar a coisa crescendo, porque tem várias fatores que colaboram para que a gente “pense” que o negócio tá estagnado, parado no mesmo lugar e para mulheres;

  • É coisa de cabelo finos e quebradiços nas pontas;
  • É coisa das químicas sucessivas;
  • É coisa de medicamentos e queda, porque amiga, a queda tu vê bem e essa não passa desapercebida.

Enfim… não vamos enumerar as fases que o cabelo passa, os desgastes que nós mesmas fazemos e vamos falar propriamente daqueles (os homens) que a coisa tá adiantada, a queda foi tão rápida que já chama-se de calvície, e entra aquela história de DNA ali em cima.

saiba as novidades sobre crescimento capilar


Mas é aqui nessa história de calvície que as coisas sobre crescimento capilar acontecem. Porque minha filha, os cientistas não estão buscando uma fórmula para seus cabelos chegarem aos pés, tenha certeza disso, mas estão buscando alternativas para as deficiências de alguns genes e estes casos merecem mais atenção, porém, encontrando uma forma pra uma coisa, automaticamente as dicas para o crescimento natural vão chegando normalmente e progressivamente como é de se esperar.

Ufa! 

Já teve outros experimentos pra calvície:


Medicamento que pode reverter a calvície


A coisa aconteceu na Colômbia dessa vez, a pesquisa aponta que inibindo enzimas específicas (proteínas) do folículo piloso que já se encontra em repouso (casos de calvície) podem restaurar esse crescimento. Em outras palavras, o crescimento do folículo tá ali paradinho e mexendo nestas proteínas, a restauração poderia ser feita de forma surpreendente.

Só pra entender um pouco dessa coisa de enzima no folículo piloso, é que tem no mercado vários medicamentos até naturais que bloqueiam o excesso de hormônio que pode causar a queda nos homens, em síntese esses bloqueadores funcionariam muito bem para queda de cabelos, mas segundo alguns relatos pessoais de uso desses medicamentos, há várias desvantagens em adquirir e rios de dinheiro gastos por conta disso. Também tem alguns medicamentos que bloqueiam enzimas, o problema é que não é uma especifica, são várias enzimas, ou todas, e o corpo ainda precisa disso e com alguns medicamentos você tenta resolver o problema da queda mas arruma outros no organismo.

Voltando a pesquisa… que foi publicada na revista Science Advances,  a experiência conta sobre a inibição de algumas enzimas específicas (JAK) onde o cabelo volta a crescer incrivelmente porém o estudo científico usou drogas utilizadas para outro tipos de problemas no organismo, como doenças do sangue e artrite reumatoide. Esses medicamentos foram relevantes para reverter múltiplas formas de perda de cabelo, aonde o folículo piloso encontra-se em estado de repouso.

Vê o trecho da matéria:

Os cientistas descobriram por acaso o efeito de inibidores de JAK em folículos pilosos quando eles estavam estudando um tipo de perda de cabelo conhecida como alopecia areata, causada por um ataque autoimune sobre os folículos pilosos. Angela e seus colegas relataram no ano passado que os inibidores de JAK desligam o sinal que provoca o ataque autoimune e que as formas orais da droga restauram o crescimento do cabelo em algumas pessoas que sofrem com o transtorno.


Estes medicamentos estão sendo testados em pessoas com alopecia aerata e o melhor é que os resultados tem sido também com uso do medicamento tópico. Porém, não há nada ainda que prove com certeza que estas experiências serão benéficas para a calvície.

Até porque os medicamentos estão sendo testados em folículos normais, ainda tem a alopecia androgenética que também acomete as mulheres e estes estudos ainda estão em andamento.

Normalmente não nos preocupamos em abordar, debater esse tipo de matéria já que normalmente não faz parte da mulher ficar calva, até que ela sofra esse tipo de mal, mas vivemos com pessoas, homens ao redor que nem sempre são abertos para falar sobre esse tipo de problema mas convivem tentando descobrir uma forma reversa dos cabelos pararem de cair. Isso não deixa de ser um estímulo para ir ao médico e fazer exames sobre níveis de DHT e outros exames complementares podem de fato auxiliar não só a saúde mas também sua própria auto estima e impedir que tomem medicamentos sem prescrição médica.

Relatos sobre o uso de bloqueadores de enzimas, DHT, são realmente interessante porque contradiz ao que o consumidor espera deles e ainda deixa claro que os shampoos com essas características não funcionam. 

Relato sobre bloqueadores DHT aqui



Beijos

Este conteúdo é original de PnC