Eu que faço a minha progressiva com formol - Eu ouvi isso mesmo?

Eu que faço a minha progressiva com formol - Eu ouvi isso mesmo?
Foto: Reprodução
Oi gente! Tão boas? Continuo entendendo porque sai tanta coisa errada no cabelo da mulherada. É porque alguns profissionais empregam suas experiências (de vida) no salão, sem conhecimento aprofundado, sem pesquisa ou atualização sobre as químicas, tratamentos ou mesmo qualquer especialização que seja pra fazer no cabelo, e sem tudo isso, nada o certifica que é apto pra fazer uma progressiva, principalmente se misturar coisas nela!!

Aconteceu em São Paulo

Outro dia fui parar num salão no centro de Sumaré/SP e fui para meu filho cortar o cabelo. Mas no pouco tempo que estive ali tenho a certeza de que não voltarei mais….

Nesse tempo que estive lá, uma moça entrou no estabelecimento e perguntou ao profissional quando podia fazer uma progressiva? O profissional já indicou que no dia seguinte daria.

Ela disse que não sabia qual fazer, então ele tocou o cabelo dela e disse, progressiva da pra fazer!!

Ela ainda estava na dúvida… “Mas qual a diferença entre progressiva e definitiva”, ele respondeu que o próprio nome já dizia o significado e que definitiva era para sempre.

Ela continuou na dúvida… “Mas quero só abrir uns cachos porque não aguento mais selagem”, ele indicou o Botox que era até mais barato que a progressiva e lhe custaria 80 contos.

E ela aceitou prontamente sabendo que era mais barato.

Eu não aguentei e tive que perguntar: “Qual marca de progressiva o senhor usa?”

E ele? “Eu mesmo que faço minha progressiva, é muito boa, de São Paulo, e coloco formol pra deixar o cabelo da cliente bom porque é a única coisa que da certo!”

Eu continuei : “Mas qual química o senhor usa?” e ele? “É de aminoácidos eu acho, não tenho certeza, mas é muito boa”

Tudo isso na frente da cliente, que tinha o cabelo preto, fino, ralo, com uns cachos mal formados, e indefinidos na ponta do rabo de cavalo que ela estava. Ela marcou a progressiva para o dia seguinte, aliás, ela marcou o Botox porque era mais barato!

Cara de paisagem!! Lê isso:




Falar manso muita gente sabe, ser gentil, agradável, e falar exatamente as palavras que o cliente quer ouvir… nem precisa fazer marketing pra isso, a lábia vem no tom da conversa! E infelizmente isso atrai muito gente, parece que dar atenção vende mais do que embalagem ou mercham colorido, enfim… isso não é o suficiente pra se jogar na química.

Já falamos muitas vezes a importância de uma referência sobre um profissional que faça químicas, isso para quem deseja mudar de salão, pode conseguir fácil um ótimo cabeleireiro.

Eu que faço a minha progressiva com formol - Eu ouvi isso mesmo?
Foto: Reprodução

Aonde está o erro?

Não se faz diagnóstico no cabelo de uma pessoa cortando o cabelo de outra!

Até porque o que conheço de diagnóstico tem a ver com tudo que a pessoa passou ultimamente além da textura e dos danos no cabelo dela, e conta sua rotina e até seus danos e tratamentos… mas falar nisso se a cliente vai cuidar ou não, não parece problema de ninguém!

Marcar a progressiva sem nem conversar com a pessoa? Olha… eu sei que a minha hair, antes de qualquer química marca primeiro uma avaliação, então… nem precisa falar mais nada né?

Falar que faz a progressiva? E com formol? Oi???

Que mundo essa pessoa está? E a cliente, espero que ela tenha pesquisado todos os riscos do formol, porque se há uma concentração segura dentro de um produto com formol… que concentração ele mesmo terá colocado dentro da química?? Meu pai!!! Tô aqui pensando porque as meninas vem correndo me perguntar do cheiro, da alergia, da fumaça, porque dessa maneira elas vão reclamar com quem?

Vai reclamar com quem, se algo der errado? 

Se voltar ao profissional ele vai falar – Ué, o cabelo não ficou bom? Eu falei pra você que tinha formol!!

Se for ao médico, vai falar o quê? Me desculpe Dr. Eu consenti isso…

Se for pensar em reclamar, vai ser pra quêm? Você consentiu, pagou por isso, e detalhe… não vai ter SAC pra ligar já que é uma escova “criada” por um… senhor que corta cabelo!!!!

Seja lá o que foi que passou no cabelo anteriormente a essa progressiva, se o cabelo cair, o problema vai ser de quem?

Pense nisso!

Respostas da química:




Química tem nome e sobrenome

Acido glioxilico e carbocisteina são as mais famosas progressivas e não tem formol nelas!

Uma é diferente da outra e tem marca que tem as duas e outras que trabalha só com uma química, de qualquer maneira ainda não são só essas, até porque sabe lá aonde ele vai por o formol e qual será a concentração quando passar no seu cabelo, então…

Desconfie:

Se o profissional não pode falar a marca do produto;

Se não sabe qual química vai passar no seu cabelo, que dirá conhecer realmente pra que serve o ativo!!!

Se disse que criou uma progressiva com formol!!! Não faça!! O formol é perigoso e proibido pelo órgão que regulamenta essas químicas.

Não pague pra estragarem seu cabelo

E não faça “qualquer coisa” no cabelo por causa do preço barato, junte esse dinheiro se for preciso e vá até um profissional que entenda e não tenha medo de falar sobre o que vai usar no seu cabelo e saiba te dar todos os cuidados que seu cabelo precisa no pós procedimento, se não tem um bom profissional... procure!

Antes de ficar famoso até Wanderley Nunes era de bairro, busque a transparência e a confiança, ou… se gosta de uma marca, e sabe a idoneidade, acessa o site e busca um salão próximo a você, principalmente se sabe que a marca dá cursos aos profissionais sobre a química utilizada … quem preza a sua segurança é você mesma, não espere que outros façam isso!


Beijos

Este conteúdo é original de Produtinhos no Cabelo