Ampolas e mascaras: O pH pode misturar?


Ampolas e mascaras

Oi gente! Tão boas? Hoje vamos tirar a prova se realmente ampolas e máscaras podem ser misturadas sem problemas na hora do tratamento?



Já misturamos muitas coisas não é gente? Fazia isso muito, com produtos cosméticos e outros ingredientes. Banho de Brilho, hidratação no cabelo, experiências caseiras! 

Agora está na hora de atualizar esse post!


Problemas na mistura?

O problema mesmo na mistura de ampolas e máscaras, está em como fazer isso de forma consciente, e sem perder as propriedades e os benefícios dos dois produtos aliados.

Infelizmente nem todos os produtos são como o óleo de coco. Que já foi cientificamente comprovado que o óleo mesmo associado com outros produtos, não perde suas propriedades.

Essa dúvida vem de antes de 2011/2012. 

E foi com a Diana (Blog Help dos Cabelosque conversei sobre o assunto, “Vamos ajudar as meninas do grupo? Quando elas não tiverem mascara reconstrutora, podíamos pedir pra elas adicionarem uma ampola de queratina na hora da hidratação!!! 

Mas a Diana, disse: “Lucy, como vamos saber como o ph dos produtos vai agir ai?”

Depois da Dúvida, vem a procura pelo profissional! A nossa sorte é poder contar com uma profissional técnica química pra responder nossas dúvidas aqui no blog!! 


E foi isso que fiz, comentei com a Adriana Freitas (Lokelanicomo o pH de ampolas e mascaras reagiriam juntos, e ela mandou a resposta pra gente! 




Como o pH dos produtos agem misturados?

Adriana (Técnica química) comentou sobre o banho de brilho, que leva o creme e a coloração e disse : Não pode misturar o pH do creme com coloração porque não dá certo!


pH de Produtos: Pode Misturar

Ampolas e mascaras

Vamos primeiro relembrar como é a escala de pH da escola:
  • 0 a 6,9 é ácido
  • 7 é neutro
  • 7,1 a 14 é alcalino
Na prática, na vida real, é assim:
  • 0 a 6,5 é considerado ácido
  • 6,5 a 7,5 é considerado neutro
  • acima de 7,5 é considerado alcalino
PH do cabelo de 5,0 a 6,0 e quanto mais ácido o pH do produto que for utilizado mais macio o cabelo fica.

Pois bem, se misturarmos o creme (mais ou menos pH 4,0) na tinta ou no alisante (com pH na faixa de 9,0) temos a diluição da tinta ou do alisante. Vai ficar de cor diferente da que está na caixinha e/ou vai alisar mais lentamente. Se esse é o efeito desejado e se tem consciência desse efeito pode misturar.
Mas não reclame com o fabricante depois se der alguma coisa errada porque não vem escrito nas instruções de uso para ser feito isso ok?

Além de diluir o produto de transformação estamos jogando fora o ativo do creme. Se for um creme caro, rico em proteína por exemplo, adeus! A proteína do creme estraga no pH alcalino e de nada vai adiantar. Ou seja, aquela função do creme não vai existir se ele for misturado numa tinta ou num alisante. Só vai servir de veículo diluidor. Então também não vale reclamar com o fabricante que o creme não funciona ok?

Esta é a preocupação principal de quem está do lado de cá, como eu, que fazemos a criação dos produtos. 

Usando da Maneira errada

Quando vocês usam de outra maneira, fora da que foi indicada no modo de usar, significa que o fabricante não testou daquela maneira.

Acredite, chove reclamação de consumidores que fazem o que bem entendem com os produtos e depois ligam pra reclamar que o produto não presta.

Questionando e investigando o que ocorreu sempre descobrimos mau uso do produto. E o cliente não admite ouvir isso do SAC das empresas: ouvir que o problema que ele está tendo foi culpa dele, pois usou de forma errada.

Pronto, se disse isso pro cliente ele fica louco da vida, te xinga, fala mal da marca e do produto na internet, e nunca admite que quem errou foi ele.

Isto é pra tudo viu, não só pra produtos de cabelo. O SAC. das empresas é uma grande caixa de ouvidoria! Tem cada loucura que os clientes fazem que não dá pra acreditar…

Ampolas e Máscaras pode misturar?

Agora sobre as outras possíveis misturas que podemos fazer, a única possível indicada, é assim: os produtos de pH ácido, intermediários (entre 2,5 a 6,0) podem ser misturados entre si sem perda de função ou prejuízo da ação esperada.

Não vale misturar em pH extremamente ácidos (abaixo de 2,0) porque deixa de agir e da mesma maneira não vale misturar em pH alcalino porque também deixa de agir, não funciona.

Como os produtos alcalinos geralmente são tinturas e alisantes também não indicamos misturá-los entre si, porque aí o problema pode ser muito maior do que uma simples falta de ação.

Não mistura-se Alisante e Tinturas - Nunca!

Falo por exemplo se lendo este artigo, uma pessoa tiver a ideia de fazer a tintura e misturar no alisante de amônia. Não faça isso!! Não indico isso de jeito nenhum. Alisantes e tinturas e todos os outros que atuam no córtex para transformações podem causar sérios problemas se forem mal usados! 

E ainda podem causar queimaduras, que da de cabelo, corte químico, etc. Se quiser alisar e pintar ao mesmo tempo use produtos próprios para isso que já existe no mercado. Via de regra: Produtos de pH alcalino não podem ser misturados em outros pH parecidos, como acontece com o pH ácidos.

Concluindo

Podemos então misturar uma ampola na hora da nossa hidratação, isso é ótimo, porque quem não tiver uma mascara reconstrutora pode acrescentar uma ampola de queratina!! 

E se não tiver uma mascara nutritiva pode acrescentar óleo de argan, ou uma ampola nutritiva de manteiga de karite!! Que legal!!

E sobre o banho de brilho

Agora banho de brilho me pegou Adriana, eu sou consciente que o Banho de brilho feito com uma coloração maior que o tom do meu cabelo vai somente tonalizar suavemente, e não cobre nem os brancos. 

E como disse que os ativos da mascara não reagem, então procuro usar mascaras hidratantes e baratinhas, assim vai servir de diluidor da tinta quando não quero pintar o cabelo todo, o banho de brilho é mais uma forma que uso para esticar o tempo da coloração…

Adriana, muito obrigada por sua ajuda aqui no blog!

Este conteúdo é original de PnC - Teve a participação da Adriana Freitas (Técnica química da Lokelani)