Como classificar mascaras para Cronograma?

classificar mascaras para Cronograma

Oi gente! Tão boas? É sim o maior problema pra todo mundo que inicia esse tratamento: Como classificar mascaras para Cronograma!!


Quando comecei falar em cronograma capilar aqui no blog fui atrás de informações que me fizessem compreender o assunto, e em que, realmente, poderia ajudar nos danos profundos do cabelo.

A própria experiência diz tudo. Consequentemente fazendo o cronograma, obtive ótimos resultados. Preenchi o essencial que meu cabelo precisava naquele momento e melhorei ainda, em pouco tempo, danos visíveis no fio.


O intuito do Cronograma

O cronograma serve basicamente para dar ao fio o que ele necessita em reparação, peso, textura, brilho. Tudo em algumas mascaras disciplinadas numa cronologia para usar em casa; 

Como classificar mascaras para Cronograma, com a necessidade do fio é o maior obstáculo, que precisa ser observado, para que possa usar os produtos adequados e específicos.

E se ficar dúvida sobre essa classsificação de máscaras?

Mas algumas dúvidas surgiram desde o momento que falei com uma amiga química na Hair Brasil. 

Através das informações dela, busquei outras opiniões e a verdade foi uma só, inquestionável e real: Não sabemos a concentração real dos ativos nas mascaras de tratamento, mesmo seguindo a concentração na forma decrescente. 

Então, e agora? Como classificar mascaras para Cronograma???😳

classificar mascaras para Cronograma

Assim, como classificar mascaras para Cronograma na fase de reconstrução quando não sabemos a que ponto a queratina na mascara pode agir dentro do fio?

  • Primeiro porque com o pH baixo é inevitável que ela irá agir, mesmo que seja com silicones e vitaminas, não necessariamente porque a queratina vem em primeiro na composição;
  • Segundo que mesmo que a ordem de concentração siga de maneira decrescente, a queratina presente pode ser abaixo de 0,1% e então essa só será auxilio junto a outros ativos para uma hidratação no fio, e não para uma reconstrução;

Como não sabemos a concentração e muito menos temos PODER pra isso ,uma vez que é “patente” de cada empresa sua própria fabricação, só podemos testa-las, e sentir no fio os resultados do tratamento.


Por isso que a química nos explicou outro dia que usar queratina diariamente, seria mesmo ótimo para o fio, junto a outros ativos sua função seria reparação e tratamento e não uma reconstrução, propriamente dita.

Outras Opiniões

Outra química muito amiga minha, me disse que a proposta do cronograma era ótima. Em se tratando de cosméticos para serem usados em casa, mas que para definir para que uma mascara servia, teríamos que ver no rótulo sua real função. 

Porque pela composição, seria impossível saber, uma vez ainda que muitas empresas usam BLEND DE ATIVOS (vários nutrientes dentro de um código). Sem a própria nomenclatura dos nutrientes dentro do Blend da formulação.

Como você compra uma máscara capilar?

Como você vê e compra uma mascara de tratamento.

Se esta escrito que faz uma hidratação, ponto. É pra isso que ela serve, pode conter lá, queratina, óleo de argan e ojon, mas a definição dela pela ANVISA foi uma, é a descrita no rótulo em letras “garrafais” HIDRATAÇÃO;

Se tem uma dessas mascaras de hidratação achando que o óleo de argan escrito abaixo do rótulo fará ela uma mascara nutritiva, esqueça! 

Quem manda é o rótulo.

Pode colocar óleo vegetal num pote separado e fazer uma nutrição, mas a mascara "sozinha" não garantirá o peso que uma mascara reparadora nutritiva promove, por isso, preste atenção PRA QUE essa mascara (Não se esqueça que o cabelo só absorve aquilo que precisa, compre segundo as necessidades do fio) serve!


Seu maior trunfo esta no rótulo, a ANVISA não pode liberar uma mascara com uma definição que não faça a determinados danos no cabelo.

O que contenha na mascara além do que ela possa reparar no fio, é literalmente "brinde" pra seu cabelo. Muitos ativos juntos promovem resultados surpreendentes do que se estivesse como único na fórmula.

E mesmo assim só saberá testando.

Claim

O que contem no subtítulo de uma mascara não te dará certeza do que ela possa fazer. Assim o “brilho intenso” vem dos silicones, a “restauração intensa” de proteínas e aminoácidos juntos, a “reconstrução” de queratina e proteínas juntas.

Ja fiz um post uma vez contando sobre como separar as mascaras, mas necessariamente, depois que se define o que o cabelo precisa seu tratamento pode ser diferenciado ao cronograma, eu falo disso amanhã.

Meninas pelo aplicativo Snupps pode saber qual máscara de tratamento entra em cada fase do cronograma capilar. Coloquei todas as máscaras testadas separadas pra cada fase, mais sobre o aplicativo aqui meu login lá é lucyviana, só procurar.

Aproveita e segue no Instagram @lucy_viana porque quase tudo que tem lá, não tem aqui;
Beijos


Este conteúdo é original de PnC