Potencial Hidrogeniônico nos cosméticos capilares e químicas.


O cabelo é uma estrutura viva nasce no bulbo capilar, a principal proteína é a queratina que é constituída por uma grande grupo de aminoácidos, o fio é dividido em 3 partes, sendo:

  1. Cutícula: Camada externa do cabelo divididas em 12 camadas sobrepostas que protegem a estrutura do fio; 
  2. Cortéx: É onde sofre as alterações impostas por nós, o que faz seu cabelo mudar a medida que faz uso de produtos neles, como alisar, enrolar, molhar, modelar; 
  3. Medula: Parte central do fio, não modifica em nada a estrutura do fio, alguns não a possuem e não diferem de outras cabelos. 
O cabelo, unhas e corpo já são considerados com teor mais ácido é estudando o ph (potencial hidrogenionico) que vamos encontrar o shampoo adequado e não correr o risco dele ficar eriçado. O ph indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução, nesse caso vamos verificar o ph do shampoo.

pH do cabelo 

Em uma escala de 0 a 14, temos o ph dos cabelos entre 4,0 e 6,0 é sabendo disso que seu cabelo ganha com o uso do shampoo certo e que não faça o efeito contrário ao desejado, a controvérsias em questões "numéricas" do ph para shampoos, no mais é correto afirmar entre as descritas e pesquisadas, que estando a numeração entre 4,5 até 6,0 ele não fará o efeito contrário vai ter a acidez necessária para deixar os fios "naturalmente" saudáveis como a própria estrutura celular dele.

pH do shampoo

Em cosmetologia o ph do shampoo utilizado deve ser até 6,1 para que as escamas do cabelos não fiquem porosas, então estamos certos sobre o enquadramento na escala citada acima. O ph neutro que esta no meio da tabela de escala que é o 7,0 não é o ideal para seu cabelo.

pH do condicionador

Para condicionadores o certo é inferior a 4,0 e potencializado com ativos para o cabelo, que tem o ph 3,0- 3,5 que é o que faz a regeneração do fio, para cabelos especialmente tratados com alisamentos, escovas.

pH dos finalizadores

Finalizadores, cremes de pentear e leave-in (leave-on) podem chegar até 4,5 na escala pra ter efeito totalmente anti frizz, onde a estrutura capilar tenha sua forma menos reativa, até como já demonstrei nesse post quando testei o produto da Empresa Zinia Cosméticos, clique aqui.


É importante saber que nem o shampoo mais acido como o mais alcalino farão efeito desejado no seu cabelo, de um lado pode ficar rebelde e seco de outro com pontas duplas o melhor é o shampoo levemente ácido o que esta na escala entre 4,5 e 6,0.

É usando o produto adequado que as cutículas vão ser fechadas e a fibra capilar reestruturada. Temos também que dar atenção ao valor do ph do produto agregado ao sulfato que ele contém, assim como vimos no post "sal"ada no cabelo, menos sulfato e zero sal melhor resultado para o cabelo, já que espuma não esta ligado com qualidade do shampoo.

pH das químicas

Assim que entram as transformações químicas da estrutura capilar promovendo a mudança definitiva ou semi definitiva podendo deixa-lo lisos ou ondulados, independente da raiz do cabelo ser tendenciosa ao liso (como a raiz redonda) ou crespos (que tem a raiz achatada).

Os hidróxidos (ativo dos tratamentos químicos) agem com phs de 10 a 13,0 isso requer atenção de um profissional é indicado para cabelos afros, étnicos e com raiz crespa por ter uma forte ação na desestruturação dos fios, e com o "enluvamento" permitem os fios lisos intensos. Agem com agua oxigenada de 10 volumes.

Outro ativo usado em tratamentos capilares e que tem seu ph modificado é o tioglicolato, exigem neutralização química, são resultantes da reação de um acido (tiglicolico, glicolico), sua ação é de oxi-redução agem em phs como 6,0 a 9,5 são mais fáceis de trabalhar, podem ser aplicados diretamente no couro cabeludo sem protetor, é indicado para cabelos volumosos e armados com raiz ondulada e cacheada e cabelos claros, é compatível com agua oxigenada de 40 volumes.

Antes mesmo que faça qualquer tipo de tratamento e modifique a estrutura dos fios sempre peça ao profissional o diagnóstico dos fios para evitar queda capilar ou incompatibilidade com outras químicas do cabelo.

A escolha do shampoo, do condicionador e leave-in tendo em vista os valores do ph vão fazer diferença nos seus cabelos, assim como também as quimicas e tratamentos que se dispõe em fazer e que vão modificar a estrutura dos fios de acordo com o ph contido nos produtos. Por isso a ajuda de um profissional nas quimicas é indispensável.

O que a gente não aprende quando o assunto é beleza né gente, vamos nos certificar de que coisinhas básicas, como olhar o ph do shampoo e o "sal" vão fazer uma diferença enorme na lavagem!!

Fonte: Lokelani

Beijos