Agentes causadores da Irritação no couro cabeludo.

Areia da praia e a irritação no couro cabeludo

Oi gente! Tão boas?

Oleosidade é a explicação mais fácil de falar sobre irritação no couro cabeludo.

Se você tem oleosidade na raiz do cabelo, com certeza já sentiu irritação e coceira. Essa coceira é ocasionada pelo excesso de suor, sebo e sujidade que impregna couro cabeludo.

Disse que oleosidade é o motivo mais fácil e "brando" também para falar sobre irritação, mas muitos outros fatores contribuem para o excesso de sebo na raiz, imagina, além de ter oleosidade ter que usar bonés, chapéus, redinhas, e ainda ser "obrigatório" no trabalho. Essa oleosidade adquirida, com excesso de suor abafado pelo boné, pode sim além da irritação ainda causar danos ao folículo deixando este mais sensível e com fraco crescimento.

Além de todo esse problema que o boné trás, a falta de higiene de seu instrumento de trabalho pode trazer micoses ao couro cabeludo, e a simples oleosidade e suor passar a ser um problema maior trazendo coceiras, queda capilar, crostas e até feridas.

Claro que todas as pessoas que trabalham com boné não estão perdidas com o uso do mesmo, algumas soluções simples podem fazer os fungos ficarem longe da sua cabeça. Tenha o hábito de lavar o boné sempre, e todos os dias no seu horário de almoço ou break tirar ele da cabeça e deixar exposto ao sol, claro que usar produtos suaves diariamente assim como tônicos fortalecedores da raiz vem a contribuir para um crescimento saudável do fio..

Das causas mais comuns de irritação no couro cabeludo, além da oleosidade e de fatores externos, ainda tem produtos cosméticos com química que causam alergia e até queimação, vindo a ficar grave a sensibilidade na raiz do fio, dificultando o crescimento natural de novos fios de cabelo. Não procure dicas caseiras para um problema assim, o melhor investimento é a segurança no tratamento. Tenha sempre por perto o SAC da empresa do produto que contém essa química, eles tem toda a informação referente reações alérgicas e sobre o que informar ao médico quando necessário a visita ao hospital.

Tinturas de cabelo também causam queimação no couro cabeludo e quando passar por isso, descarte o uso da mesma, visite seu médico e usa produtos sem amônia.

Várias doenças graves ocasionam dermatite seborreica reincidente, e isso causa muita irritação no couro cabeludo, entre essas doenças uma que chama atenção até por conta do que vemos em postinhos de saúde, e mídia social, é a psoríase, a doença afeta o couro cabeludo mais pelo lado emocional, estresse e nervosismo são grandes colaboradores de um couro cabeludo com dermatite nesses casos, o melhor é manter-se calmo e sempre tomar um sol pela manhã que ajuda muito no tratamento.

Além de doenças relacionadas, falta de higiene em bonés, toalhas, produtos com químicas, ainda tem ações que podem deixar seu couro cabeludo sensibilizado e com micoses.

Na praia sempre aparece algum cãozinho, não há regras e nem proibição pra isso, e nem todos tem a consciência de levar um saquinho e pegar as fezes do cão quando este resolve fazer suas necessidades ali na areia.

Pra quem não sabe “coliformes fecais” são restos de fezes de animais que misturadas a areia da praia causam micoses na nossa pele, podendo ser no pé, ou mesmo no couro cabeludo quando você expõe o cabelo nessa areia. Não é um nenhum “bicho de sete cabeças” o tratamento, assim como os coliformes não são totalmente nocivos, o melhor mesmo é deitar na esteira, prender o cabelo, sentar na cadeira de praia e evitar esse contato do cabelo na areia da praia.

Segue no próximo post algumas maneiras de tratar sem se descabelar com as micoses ocorridas no couro cabeludo.

Beijos