Tinturas para platinar o cabelo, descoloração, tinta sobre tinta.

Oi gente! Tão boas? Já que me pediram pra deixar marcas de Tinturas para platinar o cabelo, descoloração, tinta sobre tinta,  vou contar a cor que fica e algumas definições das marcas, e considerações sobre a tinta, se vale ou não comprar pela sua durabilidade e fixação, além da cor, é claro!


Tinturas para platinar o cabelo, descoloração, tinta sobre tinta.
Tinturas para platinar o cabelo, descoloração, tinta sobre tinta.

Não é fácil chegar ao platinado, consegui isso com ajuda de matizadores que refletem uma cor mais amena, mais opaca, porém dando a impressão que é mais clara. E isso hoje em dia, antigamente, eu tentava só com tinta!

A primeira vez que quis clarear o cabelo foi com uma 12.0, assim na maior loucura, comprei uma tinta de caixinha e joguei no cabelo, com a “cara e a coragem” e aqueles 5 minutos que você só quer saber de se transformar! Claro que o resultado foi um mel, com a raiz acobreada, e um pouco manchado… 

Agora, imagina, eu já estava fazendo o blog e cada comentário era uma loucura… não deu outra, fiz de novo no outro mês, e de novo, e de novo… Mês a mês fiz minha “saga” pra chegar no tão sonhado cabelo platinado, e consegui, com o cabelo ralo, fininho, uma tinta sobre a outra parecia que clareava, e clareava… 

Na verdade a tinta não fazia isso, como a cor de base do cabelo estava mais clara, a cor por cima veio a dar uma terceira cor, entende?

Uma por cima da outra, significa uma terceira cor, porque a cor que colocamos por cima não anula a de baixo sem uma pigmentação prévia, por isso também não vai clarear, mas foi assim que platinei, uma cor por cima da outra e produtos para ajudar a não desbotar e eliminar o amarelado.

Toda essa tinta, uma em cima da outra, foi juntando resíduos e mais resíduos de várias colorações que fazia mensalmente, o fundo do cabelo vai ficando amarronzado, acobreado, assim pela nuca, na raiz, sabe? Você aguenta ele assim, até que começa a incomodar: a cor não uniforme, e o fundo mesclado.

O próximo passo, já sabe, descoloração.

Antes de afirmar que o platinado vem muito melhor tirando o pigmento do fio e jogando a tinta, o efeito tinta sobre tinta PODE, TALVEZ, EM ALGUNS CABELOS, ter o mesmo efeito que o meu e clarear, mas o fundo marrom, vai aparecer, e vai acabar incomodando.

Bom, foi ótimo saber que descoloração se faz com 30 minutos (no máximo, para não ter muitos danos) dica dada pela técnica química da Lokelani aqui nesse post, e foi assim que fiz a descoloração com Ox + descolorante e após coloração.

É complicado indicar descoloração em casa, você não sabe quem esta lendo do outro lado, mesmo sendo feita pesquisa aqui no Blog, não posso indicar isso a uma adolescente e sem saber como esta o cabelo, ou com o que já tenha feito, tacar descolorante pra ficar loira, então... é básico e fundamental avisar a todas as queridas que descoloração sai muito melhor com você sentada na cadeira do profissional e depois só recebendo elogios depois de pronto, difícil é fazer em casa sem experiência, prática e acontecer muitos danos e quebra no fio.

As colorações que já cheguei ao platinado foram essas: Richesse, Majiblond, Color Perfect, Alfaparf, Amend e até Biocolor.

Cada uma delas foi fundamental para cor que precisava, mas elas se diferenciam na fixação e cor, e durabilidade, dessas todas a Richesse mesmo sendo um tonalizante tem maior durabilidade e fixação da cor e fica perfeita! A Amend resseca muito, mas a cor dela dura o tempo suficiente para outro retoque e a cor se mantem durante todo o tempo com produtos de proteção.

As outras também foram boas e usava muito, só a Alfaparf que tem uma cor linda e única como 11.00 e 11.11 mas infelizmente não dura nem 15 dias e isso pra mim é um ponto negativo, mas quando quero acrescento a cor dela, porque é realmente perfeita!

Vou falando mais delas se vocês quiserem, mas aqui no Blog tem teste com todas e resultados, pode pesquisar aqui que vai encontrar até os Banhos de Brilho.

Beijos
Bom feriado.