O que o cabelo diz sobre você?

 
O que o cabelo diz sobre você?

Oi gente! Tão boas? Não precisa ser perfeito mas que dure! Seria essa exatamente a frase que nós mulheres queremos para o cabelo, que ele possa ter imperfeições, pontas duplas, ressecamento, falta de brilho, mas que dure seus cachos, que dure seu efeito liso, que dure seu loiro.

Na verdade esperamos que tudo que é bom dure…

Se observarmos a nossa volta veremos que o mesmo que queremos para os cabelos também queremos para nossa vida, mesmo que não seja perfeita, que aquele momento dure, que aquele dia aconteça mais vezes mesmo se chover, que esse ano seja tão bom quanto aquele.

Não queremos mais do que podemos, mais ainda aceitamos imperfeições, aceitamos o erro, e com todas as voltas que o mundo da, mesmo com cabelos, corta, colore, prende, ajeita, nosso único desejo volta-se a durabilidade, assim o que se quer para a vida, também se quer para cabelos.



 

As voltas que a vida da!


O que o cabelo diz sobre você?

É verdade, a vida da tantas voltas que nesse tempo todo pensamos em ser mil ao mesmo tempo, pensamos em ser mais, queremos mais e mais, mas nem sempre o que queremos é o que podemos.

Muitas vezes nossos atos transformam-nos em pessoas amarguradas e inconscientemente passamos isso para os cabelos. Ta junto com seus sentimentos, a tristeza, a falta de ânimo, a falta de estímulo, a falta de auto estima e de querer viver a vida, como se cada dia fosse “empurrado pela barriga” aos trancos e vagarosamente, todo esse sentimento que pode ser uma perda, um acontecimento, acaba gerando um vendaval na vida transmitida para os cabelos.



 

Psicologia

Já tinha me alertado meu amigo psicólogo, “Lucy, muitos dos nossos problemas com o cabelo são refletidos de nossa vida pessoal.”
Pausa para pensar… Tô de boa com meus cabelos, só as raízes brancas né... e raiz preta tudo junto e misturado… hum. Mas nem tô surtando!!! Oxe!
Gente, não pense nisso com uma visão direta da coisa, porque o que fazemos no cabelo para corrigir e ajeitar não significa que estamos com problemas pessoais, é como ele mesmo me disse: “Lucy isso é muito complexo para explicar e cada caso é um caso”.

Meu amigo, ele não iria fazer uma consulta na caminhada, bem que eu queria saber mais… mas o cara da palestra e vive na estrada, um consultório aqui e outro acolá e eu querendo saber de cabelos!!! tudo bem, deixa pra lá!
 

A gente sabe

Não precisa ser profissional pra saber:

Quando o cabelo esta incomodando – E pode ser tanta coisa, mas é muito fácil de identificar que você não esta legal com a coisa, fica toda hora se olhando no espelho, não para de passar a mão no cabelo, fica olhando as pontas e divagando enquanto as pessoas estão conversando com você… tá claro que precisa corrigir, ajeitar, transformar o que tem de ruim nele, e talvez isso resolva também sua auto estima e mude esse incomodo em você.

Que o cabelo nunca fica com a cor boa – Você pinta de uma cor, muda pra outra em outra semana e não da nem um mês já estão apontando você como camaleão e você ainda fica brava. No fundo você busca algo pra te fazer melhor naquele momento mas parece que nenhuma cor esta de acordo, ou você não esta de acordo com o que passa no momento, e nessa hora, só identificando o problema pra achar a solução, então, não será a cor do cabelo que vai mudar e sim a sua vida.

Nada da certo – E talvez nem seja o produto, a técnica, o estilo, o corte, o que não da certo, não são as coisas que você pode ajeitar mas sim aquelas das quais não tem o poder de mudar que fazem com que pense que nada da certo. É nessa hora que você precisa olhar por um ângulo diferente e se isso significa cabelos, então corte curto, mude o estilo, corte tudo e faça dar certo.

E quem nasceu sabendo tudo?

Beijos