Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?

Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?
Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?


Oi gente! Tão boas? Tem muita gente que pensa que shampoo é tudo a mesma coisa (né amiga?) Mas não é, conforme esse post da química da K-Pro os shampoos diferenciam-se em ativos, detergência e outros componentes além do seu próprio pH que faz deles únicos e as vezes até insubstituíveis. E acha que Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa? é diferente dos shampoos que utilizamos, sua detergência é maior assim como sua limpeza, mas eles são diferentes também!

O uso desse produto promove limpeza de todo tipo de resíduos e sujidades nos fios, não limpa cor ou pigmentação antiga dos cabelos. Como seu pH é alcalino e por isso também abre mais as cutículas do fio, pode alterar á cor do fio quando o pigmento é recente e superficial ou quando há excesso de tintura no cabelo.

Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?

Na proposta de limpeza sim, mas não tem-se uma regra para que tenham o mesmo pH, por isso, cada marca tem o seu e são alcalinos.

Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?
Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?

Outro fator que muda e é relevante no uso são os ativos do produto, assim como usa a detergência para limpar resíduos, a proposta das marcas também é deixar nutrientes com essa lavagem, mesmo assim é insignificante o valor de ativos deixados no cabelo por conta dessa detergência, ou seja, coloca coisa ali no fio? Coloca, mas vai retirar até o óleo natural que seu cabelo tem… uma faca de dois gumes, entende?

Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?
Shampoo Antirresíduo é tudo a mesma coisa?

Não é qualquer tipo de cabelo que pode fazer uso desse shampoo:
  • Fios porosos e coloridos não devem usar pelo ressecamento que provocam com abertura das cutículas;
  • Pode alterar a química do fio pela sua alcalinidade, por isso, também não é aplicável a esses cabelos.
  • Fios quebradiços e elásticos precisam de tratamento, usar shampoo antirresiduo pra tirar o que de resíduos se nem tratamento não segura?
Sim, tem uma forma de limpeza que as gringas fazem que até a Simone colocou nesse post aqui, porém o cabelo fica bem ressecado, o pH é altíssimo e deve ser usado com cuidado.

Quando usar?

Eu acreditava que todo tratamento profundo deveria utilizar esse produto para obter melhores resultados, porém, não utilizo e meus cabelos não estão cheios de resíduos e continuam absorvendo tratamento pela sua própria porosidade, ou seja, pode ser usado em cabelos para tratamento reconstrutor mais potente mas com o cabelo em bom estado, e não com fios nas ultimas.

Outra maneira de usar esses produtos é pelo uso de finalizadores, constantes e diariamente, mesmo assim, o uso pode ser a cada 15 dias com tratamento reparador após;

Cabelos oleosos realmente se beneficiam na prática desse produto e usa-lo de vez em quando somente na raiz é uma dica ótima de higienização de sebo.

Por fim, ter um antírresiduo para pigmentações exageradas no cabelo é uma boa aposta. Matizadores, excesso de tinturas, cabelos mal pigmentados e cores intensas podem ser amenizada com o uso do produto, porém se for algo recente… o que fica de pigmento no fio, tinta após tinta, independente da marca do antirresíduo não tira nada, só no descolorante.

Eu por exemplo, uso raramente shampoo antirresiduo, não vejo necessidade porque os próprios shampoos que uso já são apropriados para a limpeza que preciso.

E vocês meninas, usam antirresíduo sempre?
Beijos