As melhores e Piores tinturas que já usei.

Oi gente! Tão boas?

Vamos atualizar essa coisa toda de pintar os cabelos né? Porque tem coisas sobre o assunto e marcas que vale a pena anotar, tomar cuidados ou pelo menos arriscar uma única vez.

Não mudei muito minhas escolhas, testei algumas e mantive-me em tinturas que dão certo. Passei daquela fase de me jogar todo mês em tinturas diferentes, até porque tive vários estragos com algumas delas.

Mesmo algumas tinturas  sendo consideradas as “baratinhas”, funcionam no que preciso, cor e durabilidade, o resto… ressecamento, todas fazem, então vale comentar sobre alguns detalhes das tinturas que não tem em outro post.

Entenda:
Tinta sobre tinta;
Como tirar a tinta loira do cabelo.

As tinturas.


As tinturas permanentes são as que fixam e “podem” cobrir 100% dos brancos, as semi-permanentes, tonalizantes na prática não funcionam na cobertura de raiz com uniformidade de brancos. Verdade seja dita, o resto é blá blá blá e técnicas de pigmentação que não funcionam pra consumidor, só para profissionais.

O pH da tintura é elevado e a agua oxigenada utilizada em conjunto e da mesma marca pode ter pH diferenciado, ou seja, o oxidante utilizado com a tintura DEVE ser da mesma marca em função de sua fabricação pra melhor aderir o pigmento na fibra do cabelo.

Algumas tinturas são favoritas, por conta da durabilidade/fixação de pigmentos e da cor.
Atenção!
Só não adianta milagre com raiz… enquanto tem poucas tinturas no cabelo ainda é possível abrir com tinturas a raiz alaranjada (para cabelos finos), porém depois de muita tinta sobre tinta o alaranjada e amarronzado só sai descolorindo.

As melhores e Piores tinturas que já usei

As melhores

Maxton: Oxe… se não acha boa o suficiente por custar 7 ou 10 contos não usa! Mas pra mim vale o resultado. O produto não tem embalagem digna e muito menos luva, mas garante uma cor fiel, fixação razoável pelo preço que custa, e tem a cor 11.00 que eu amo. Não tem qualidade de ativos como outras e resseca igualmente a maioria, opção pra quem ta com a grana curta. (minha ultima coloração- a cor que esta no perfil do Blog)

Amend: É minha preferida de todas que já usei, porque encontro em qualquer lugar, a cor dura e a fixação de pigmentos é boa, seu oxidante é melhor que muitas outras que já testei, mas é muito cremoso e pra cabelos volumosos pode acrescentar mais de um tubo de tinta e oxidantes. Não é tão barata quanto as de caixinha, mas pode ser considerada BBB em comparação com outras profissionais. Resseca mesmo e muito, mas usando aquele acidificante da K-pro após a coloração nem parece que tingiu. Não tem a cor 11.00 parece piada, mas as cores matizantes tem aos montes, 9.1, 10.1 900s tem várias. (Já usei: 9.899.0 – 10.0 – 10.1 – 12.1)

Color Perfect: Usei muitos anos, antigamente era mais cara, mas hoje iguala-se ao preço da Amend. A cor é boa, suave e o que ganha é o ressecamento menor que as duas citadas acima. Ganha na qualidade da coloração e menor desbotamento. (a cor 12.89 é muito bonita!)

Majirel/Majiblond: Aqui o negócio é outro. Cor forte, vibrante e única, brilho, coloração de salão. Nem da tanto ressecamento, mas é caríssima, são muito grossas e uma só bisnaga não da pra nada, e olha que meu cabelo é fino! Cada bisnaga custa 30 conto sem contar a ox, então… né, parei de usar, gasta-se com 2 tubos até 100 conto. Mas é qualidade desde a aplicação. (Majirel 10.21 é super acinzentada e a 900s da Majiblond clareia muito).

As piores

Alta Moda não se compara com a tintura Alfaparf Evolution, são duas coisas totalmente diferentes, a Evolution ainda tem mais qualidade que a de caixinha Alta Moda porém com o mesmo detalhe da duração… não fixa bem.  A Alta Moda sei que muitos profissionais usam, porque de imediato a cor é DIVA, porém em uma semana a cor já vai modificando, e quando der 15 dias já vai estar surtando com a cor do cabelo… já tentei usar várias vezes e só a considero como uma correção, ou mistura com outra tintura pra aproveitar a cor que é linda mesmo, pelo menos dos loiros.( Alfaparf pra retoque de raiz)

Imedia: Foi uma decepção usa-la duas vezes sem resultados. Tinta de caixinha é aquela coisa mais amena na cor, já sabia, só não pensei que fosse tanto, enfim… pior é tentar o resultado que a caixa promete!! E olha que aquela embalagem chama atenção, já cai duas vezes nessa! (Aqui conto tudo coloração nº3)

Olia: A cor é bonita e fixação razoável por ser tinta de caixinha, mas por ser sem amônia esperava que não ressecasse tanto quanto as outras e a coisa foi pior, muito ressecamento e uma leve reação no cabelo com a tintura queimando… não gostei, não indico. Mas tenho amigas que amam a tintura, então né… coisa de cabelo. (Testei aqui)

Tem algumas tinturas que merecem crédito aqui, como da Kaedo, ótima cor e ótimo modo de aplicação, só que só compra online. A da Kert é muito suave, uma coloração permanente amena para fios com danos.
A cor escolhida deve ser considerada com a cor de fundo, tinta sobre tinta sobressai uma terceira cor, com matizadores e outros tons a cor não iguala de pessoa a pessoa.
É isso!
Beijos