Queimadura Química no Cabelo–O que fazer?

Foto: Reprodução


Oi gente! Tão boas? Tô devendo um post aqui pra várias leitoras que tem o mesmo problema, queimadura química.

Você sabia que muitas pessoas tem esse tipo de problema no couro cabeludo e as vezes nem sabem?

Não sabem porque após o procedimento químico muita coisa que elas sentem, acham que é normal!!!

Não procuram um médico e nem voltam ao profissional e ficam com o couro cabeludo ardendo por vários dias!!


Mas tem sintomas piores… tem meninas que já relataram aqui no blog que a queimadura sofrida no couro cabeludo foi praticamente como se tivesse queimado diretamente a pele, com direito a cabelo colado no couro cabeludo e tudo mais… terrível isso não é?

Então vamos entender o que devemos fazer se uma queimadura química acontecer no cabelo? Os sintomas, as causas e consequências e o que devemos fazer de imediato?

Assim você também pode ajudar alguém que precisa dessa informação! Que aliás toda a informação contida aqui foi auxiliada por técnicos químicos que responderam as leitoras no blog.


O que é queimadura química?

A queimadura química acontece por um contato de um componente químico. Não acontece diretamente nos cabelos, acontece no couro cabeludo, e pode se dar nas vias aéreas, olhos, nariz e ouvido.

A queimadura química pode ocorrer tanto por progressivas, relaxamentos e alisamentos como por descolorações e até colorações. 

Muitas vezes a queimadura acontece por ficar tempo demais no couro cabeludo ou então fazer uma química e finalizar com outra.

Como saber se está passando por uma queimadura química?

Foto: Reprodução


A substância química que causa a queimadura no couro cabeludo pelo contato, ainda pode causar reação por sua própria fumaça, são sintomas como ardência dos olhos e nariz, além do incomodo nas vias aéreas, e isso acontece na hora do procedimento ou até 24 horas depois.


O problema acontece diretamente aonde é aplicado o produto e o couro cabeludo fica queimando, a sensação é de que o sol esta torrando sua cabeça!


O fio de cabelo no couro cabeludo fica sensível, como se sentisse fio a fio. Da impressão que vai cair pela leveza, e é por isso que todas vem aqui correndo querendo saber se o cabelo vai cair!!

Isso quando não acontece pior e chega a sair “um líquido” do couro cabeludo que eventualmente colam os fios de cabelo no couro cabeludo.

Se isso passar sem que a pessoa perceba, para tratar logo os sintomas, vira ferida e pode piorar com o uso de cosméticos no local lesionado.

Isso é uma reação que algo não está legal neste procedimento, e o profissional deve ser alertado na hora!

Quais os produtos que causam a queimadura química?

A queimadura química não é igual para todas meninas, isso na verdade seria um problema com tanta gente usando né? Mas tem cabelos (couro cabeludos) que são mais frágeis e sentem mais que os outros principalmente se já esta lesionado, por feridas de coceira por exemplo.

É preciso entender que essas reações e sintomas não acontecem igual para todas, mas acontece, e quando acontece o problema com os produtos deve ser dobrado.

Pode ser por relaxamento, por progressiva. A descoloração é a que mais pode-se sentir pela sensibilidade do couro cabeludo após o procedimento,

E colorações? Acontece muito. E dessa eu posso falar porque tive quando fiz a mordaçagem (aquela técnica de passar o oxidante direto na raiz) a coisa queimava e a sensação era horrível. meus cabelos pareciam estar soltando da raiz!!

O que fazer imediatamente aconteça a queimadura química?

Isso aqui me pega as vezes pra entender.

Porque o pessoal sai do salão “de boa” e reclama depois que esta saindo líquido do couro cabeludo, que esta colado e queimando. Então não entendo porque isso não foi observado no momento. 

Algumas meninas avisam quando acontece no momento, no mesmo dia já percebem a coisa estranha.

Mas vamos perguntar aos universitários:


Palavras da técnica química: Vamos lembrar que todos os produtos depilatórios, epilatórios, descolorantes, etc, pedem que seja aplicado e observado por 24 horas, se não houver reação alérgica que podem ser aplicados, então 24 horas é o tempo suficiente pra ver se o produto causa alergia ou não. Pode ter ocorrido qualquer reação decorrente aos demais fatores de uso do seu dia a dia: remédios, alimentos, stress, qualquer um desses fatores podem ter tido uma resposta diferente no seu organismo devido ou não a presença dos produtos cosméticos que utilizou. Coceira e ferimentos no couro cabeludo são resolvidos com uma passagem pelo pronto socorro onde o plantonista irá te indicar um anti alérgico. E fique tranquila que os efeitos indesejados passam depois de algumas horas da ingestão do primeiro comprimido prescrito pelo médico.


Bom… mas o que deve fazer imediatamente é lavar só com água. Deixe a água cair o suficiente, água morna, assim que fazem com as queimaduras por algum componente químico. Depois precisa observar, sentir como esta o couro cabeludo. Se a queimação estiver forte, e você tiver sentido que está lesionando e saindo algum “líquido” deve ir ao médico e avisar sobre o acontecido.

O médico é bom porque não vai só resolver o problema da queimação mas pode indicar um shampoo suave, ou uma loção mais eficaz pra passar no couro cabeludo lesionado. E gente... quando falo médico não é ,médico particular, eu sei que tem muita gente que passa por isso em salões que ficam no bairro e as vezes não tem condições de pagar um dermatologista, enfim... vai pro UPA, unidade de pronto atendimento, vai pro P.S da sua cidade.

A importância do teste de mecha

Se o profissional não fez, peça você pelo teste!!


Palavras da química: Falo sempre da importância do teste de mecha antes de fazer qualquer procedimento; o teste teria impedido de dar todos esses problemas. Agora tem que esperar as feridas sararem, e esperar o produto sair totalmente do couro cabeludo, pois foi o contato do produto com a pele que causou a caspa e outros problemas que está vendo. Lave os cabelos com mais frequência para o resíduo do produto sair mais rapidamente.


Quais os procedimentos legais quanto ao salão que ocasionou o acidente

Se você sentir isso no salão deve falar imediatamente e talvez seja melhor parar o procedimento.

Veja bem, o salão, o profissional deve usar produtos registrados pela ANVISA. E todo profissional recebe um curso, ou apresentação do produto em questão justamente para evitar esse tipo de acidente.

O fabricante idôneo não deixa seus representantes e profissionais sem auxilio e evidentemente ensinam toda a parte do procedimento tanto quanto as possíveis reações que possam causar.

A verdade é que você pagou pelo procedimento e depois disso passa ser responsabilidade do profissional o que ele aplica em você!!! É uma lógica, ninguém paga pra ter queimação e outros problemas no couro cabeludo a ponto de ter que ir no médico

O profissional deve arcar com o ocorrido, seja com tratamento pra recuperar o cabelo estragado ou até com médico, porque é obrigação dele fazer teste de mecha e outros testes de toque pra não ter problemas no couro cabeludo da cliente. Mesmo se não for problema de aplicação do profissional, ele deve saber com qual produto trabalha e a partir daí o problema é com o fabricante, e você cliente que pagou no salão não tem que procurar ajuda com o fabricante do produto sendo que a responsabilidade é do profissional.


  • Leia e se informe aqui IDEC - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor
  • Tem mais aqui.


Por isso o ideal é ter uma conversa longa com o profissional e da sua parte não omitir nenhuma reação alérgica a produto, ou qualquer química, redutor de volume, selagem, botox, descoloração, soap, tudo que eventualmente tenha aplicado no cabelo e que não era tratamento.

Lê mais:

Beijos meninas,
Bom fim de semana!