10 Mentiras sobre Cabelo Emborrachado

Cabelo Emborrachado

Oi gente! Tão boas? O cabelo emborrachado está longe de parar de acontecer! É muito comum, e acontece hoje em dia em meninas que já tiveram outras químicas no fio, e porque resolveram clarear os cabelos deixando-os loiros.



Mas não acontece só com meninas que tem progressivas ou cabelos descoloridos. A forma mais inusitada é quando o cabelo fica assim somente com colorações superclareadoras sucessivas!

Cabelo é frágil sim, é tecido morto. E por mais que achemos que a coisa aguenta tudo, vai ter uma hora que tudo vai desabar porque realmente é uma coisa que o cabelo não aguenta muito são químicas. Mas pior que não ver o cabelo bom é escutar falatório sobre o cabelo que não é real.

Só pra gente encarar isso numa boa, são 10 mentiras que falam sobre cabelo emborrachado que você precisa saber!

1- o cabelo vai recuperar em uma aplicação

Um cabelo emborrachado não recupera jamais em uma aplicação.

Você pode fazer isso de várias maneiras no salão (e até dosar a queratina deixando-o mais durinho), e o cabelo ficar mais forte e com “algumas” mechas elásticas. Mas na real uma só aplicação não da jeito na coisa, mesmo com o CPR ou mesmo reconstruções condicionadoras e proteicas como Keune e Joico K-Pak resolvem boa parte, mas não tudo;

E mesmo depois de aplicar essas bombásticas reconstruções você ainda vai precisar manter o cabelo resistente.

Aqui teve dica:

2- Qualquer hidratação com óleo vegetal serve

Imagina. Claro que não meninas!

Você pode ter um condicionamento excepcional com óleos vegetais e isso ajudar a deixar o cabelo mais encorpado e maleável para evitar a quebra quando esta seco.

Mas pensa no óleo de coco no cabelo extra poroso e emborrachado? Pensou? Esquece. Ele sobraria e não ia ter sentido usa-lo, a não ser que fosse para modelagem (sem alta temperatura) e nada mais.

Agora se aliar o óleo vegetal certo, como de oliva ou rícino ou mesmo macadâmia vai encorpar mais rápido esse cabelo até porque esses óleos chegam até o córtex pela sua própria composição!

3- Pode pintar com tintura que o cabelo aguenta

Não aguenta!

Eu já dei muita dica sobre isso, tem que ser tonalizante, pode até ser daqueles que vem a emulsão, como Color Touch ou Richesse, porque na verdade a concentração de peróxido de hidrogênio é menor que os 10% da volumagem comum que conhecemos;

4- O cabelo não vai desbotar

Vai. E muito por sinal!

Cabelo emborrachado é oco, não tem nada dentro e nada que faça a cor fixar. Ela vai embora tão logo sofra agressões externas, mecânicas e até as lavagens;

Eu sei que para muitas esse é o grande problema, quando o cabelo fica emborrachado sua cor vai embora tão logo aconteça o problema. Mas se quer uma solução, é escurecer. Não tem cabelo emborrachado que aguente mais abertura de cutícula no fio com oxidantes.

5- Se puxar ele estica e volta

 Não volta. Se puxar o fio elástico vai desestruturar e muito seu corte. Porque o cabelo elástico não volta no lugar.

Temos uma elasticidade normal no cabelo e se puxar um cabelo saudável vai ver que é visível essa elasticidade. Mas o cabelo volta na sua forma quando é puxado. Quando está danificado, e o cabelo emborrachado se puxar ele molhado ele aumenta o comprimento e pode quebrar ao secar.

6- Se ficar exposto ao sol pode quebrar

Quebra quando esta seco. Mas não é assim também né?

Você pode ter seu fio quebrado usando alta temperatura nele, mesmo com proteção, se o cabelo está emborrachado a chance dele ir pro ralo somente numa chapinha é grande!
Mas não vai ficar quebrando com ventinho e sol.

7- Não cresce mais

Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

O cabelo emborrachado está danificado e desestruturado. Esse fio, provavelmente quando tratado nunca mais vai voltar a ser o mesmo, mas se esta preso ao seu couro cabeludo, e você esta tratando o fio como um todo, inclusive os problemas da raiz, então ele continuará crescendo como todos os outros fios.

8- Se cortar some o emborrachado

Claro que não some.

Porque dificilmente o cabelo fica emborrachado somente nas pontas. Quando acontece é desde a raiz, então não adianta cortar e sim acertar o corte e tratar, somente o tratamento da jeito nesse cabelo.

9- Se fizer química o emborrachado some

 Essa é a pior de todas as mentiras.

Pensa assim… o cabelo está emborrachado, elástico. Significa que o cabelo perdeu sua estrutura interna se modificando de outra maneira com a química.

Daí você tipo “plastifica” o fio desse jeito (supondo que são somente algumas mechas elásticas) depois de um tempo seu cabelo vai cair e quebrar sem parar e você não vai entender, mas não vai ser uma reação da química, mas sim de ter usado ela por cima do cabelo já danificado.

Se o cabelo esta todo emborrachado, essa opção não “vinga” o cabelo quebra na mesma hora do contato com a química.

O cabelo pode melhorar!

Claro que pode. Pra isso é indispensável paciência.

  1. Corte as pontas e não fique puxando o cabelo;
  2. Se ficou por causa de clareamento, escureça e tente de novo com o cabelo mais forte e da maneira correta;
  3. Não lave todos os dias. O couro cabeludo demora até 24 horas pra secar totalmente;
  4. Use reconstrução semanalmente, depende qual for o produto, use duas vezes na semana;
  5. A hidratação deve ser intercalada, só ela vai reter a umidade do cabelo pra não quebrar quando seco;
  6. Esqueça químicas de qualquer jeito.
  7. Esqueça ações mecânicas;

Sabe aquela história da tal da parafina? Pois é… por isso que esse ativo não vai deixar de ser utilizado. Porque como é realmente cumulativo no fio, quando aliado à ativos reconstrutores e potentes o seu resultado é mais rápido e eficiente pra doar resistência para esses cabelos estragadinhos e detonados. Coisas que tem na Joico K-Pak, nas máscaras da Kérastase, também em algumas da Loreal, especialmente para cabelos com químicas. Enfim... pra tudo tem seus "porquês".

Beijos meninas.
Bom resto de semana!


E vê se não me esquece! Gostou? Chega mais!







Este conteúdo é original de PnC