Da natureza ao produto químico!


Ola queridas, assunto sobre químicas e sobre o que contem nos produtos que usamos é sempre dúvida, afinal eu testo tantos produtos quanto vocês e como entender que um produto fez melhor que o outro, ou porque aquele carregado de produtos químicos pode ser  melhor que aquele que leva flores, frutos , sementes etc, ou vice-versa... 

Pra entender esse assunto, eu fui perguntar para nossa querida Técnica Química Adriana, que responde as perguntas sobre progressivas, pra saber mais um pouco de quem faz os produtinhos, e explicar as amigas do Blog.

Pra falar que um produto é natural ou ORGÂNICO (essa é a palavra chave) tem que constatar se tem selo Ecocert (Aliás hoje coloquei um produto la no site Cabelos Loiros que tem esse selo, clique aqui para ver o produto) ou qualquer outra certificadora. Vamos entender que natural quase tudo é, até mesmo o silicone que utilizamos no reparador de pontas vem do silício um mineral encontrado na natureza, sendo assim pode ser considerado natural não é? Agora, é claro que para aquele silício virar um maravilhoso silicone reparador de pontas tem que passar por diversos processos químicos, mas nem por isso deixou de ser derivado da natureza! 

Adriana falou certo!
Eu acho, particularmente pelo que já pesquisei e até mesmo por um bom bate-papo com pessoas que trabalham na área de cosméticos,que,  as embalagens dos produtos que apresentam o ativo natural do produto, este, para estar relacionado a cosmetologia em si, passa por várias transformações, seja la qual forem elas, que o texto não quer dizer as maneiras que isso pode ser feito (Hummm vou pensar sobre falar disso!!) mas que a originalidade do componente e sua função nos fios dão o efeito que o ativo natural tem em si. 

Essa matéria "Produtos derivados de ativos naturais" no site http://saude.terra.com.br explica por qual caminho estamos indo, o mundo esta em processo gradativo de sustentabilidade, com isso as empresas estão se preocupando em desenvolver produtos originados com ativos naturais e que ainda não contenham conservantes quimicos além de ter prioridade a conservação do meio ambiente.

Nós ganhamos com isso produtos que protegem o couro cabeludo da baixa umidade do ar,  das agressões externas;

Beijos.