6 Dicas para Pontas espigadas, o problema que não acaba nunca!

Oi gente! Tão boas?

Se tem um problema que é de fato maioria em 90% das mulheres, é as pontas dos fios.

Seja esta ponta espigada, ressecada, com fios duplos e danificadas… a ponta fala muito pelo desgaste do cabelo. O cabelo quando submetido a química de alisamento progressivo fica normalmente com essa aparência, e é o primeira a quebrar quando o uso de secador, chapinha e escovas são diários.

Pontas seguram resíduos, são cabelos “velhos”, finos e sem massa, pouco se tem a fazer quando as pontas ficam desse jeito, mas tem muita dica pra evitar chegar a esse ponto.

Tem dica sobre o cabelo "palha" aqui; e claro que nessa situação o cabelo já esta elástico, então tem resgate em 4 semanas para esse cabelo, clique aqui.


Pontas espigadas, o problema que não acaba nunca!

1 - Corte:
Se depois de um procedimento químico suas pontas ficaram feias, a melhor opção é tirar um dedo do comprimento, na tesoura mesmo! O corte eliminará esse probleminha no momento, é só continuar cuidando para que os fios não fiquem espigados novamente. Já viu corte piorar as pontas? Acontece, olha aqui.

2 – Lavagem:
Excesso de tinta causa isso, só de passar a mão já da pra sentir o cabelo duro, espetado e visivelmente cheio de tinta. Pra pintar o cabelo não pode ter pressa, se não tirou direito a tintura, vai ter que fazer isso em algum momento, ou vai ter as pontas do fio feia e desbotadas. Lave bem o cabelo 1 a 3 vezes se preciso, quando for passar o shampoo nas pontas lembre-se de como é feito no salão, os profissionais esfregam as pontas nas mãos com o produto, isso com certeza lhe garantirá melhor resultado na lavagem e absorção do produto de tratamento.

Tenho feio assim nas pontas e tem ficado ótimo!

Pontas espigadas, o problema que não acaba nunca!

3 -Proteção: Não pode colocar temperatura alta no fio se não passar produto que proteja do calor, é dica certa, correta e DEVE ser seguida, protegendo com cremes específicos, termo ativados, desfrisantes, anti-térmico e óleos o cabelo será outro, a chapa dura mais, o secador não acaba com seu tratamento e as pontas mantem a aparência saudável que deseja.

4- Umectação: Se já cortou o cabelo, lavou da maneira correta, e protegeu do calor e ainda sente essas pontas espigadas e feias, se joga na umectação uma vez por semana. Use óleos vegetais já que a intenção é dar emoliência e eliminar o ressecado. Os melhores é o óleo de coco e azeite de oliva extra virgem (aprenda o passo a passo da umectação com azeite), o interessante é passar nas pontas secas uma hora antes da lavagem, o sucesso é certo!

5 – Tratamento: A maioria das pontas feias é falta de tratamento adequado ao que elas precisam, além de proteção que é necessária. Se usa produtos comerciais, comprados em mercados invista em cosméticos anti-idade, anti-age, reconstrutores da fibra e procure por shampoo a base de óleos, não precisa passar na raiz se tiver muita oleosidade, mas pode passar nas pontas. Veja reconstrução semanal.

6 – Vitamina pra você e para o cabelo: Pode sim se beneficiar com alimentação adequada e rica em fibras, o organismo funciona como um todo, o que te faz bem fará também a pele, cabelos e unhas. Mas também pode dar uma “ajudinha” colocando a vitamina que o fio precisa, como por exemplo o Bepantol, uma colher de café, aproximadamente, na palma das mãos e passe nas pontas antes mesmo do leave-in. O cabelo absorve tudo aquilo que ele precisa, ajuda muito a manter o fio tratado e a aparência saudável.

Não tem milagre para pontas, a ação é de lavagem, tratamento, proteção e corte, só isso, pontas não regeneram, podem ser reconstruídas, mas como a perda de massa nelas é maior que no resto do cabelo, a luta é grande, o tratamento não pode parar, deve ser constante senão é corte certo.

Quando olhar para um cabelo bonito no comprimento e com danos visíveis na ponta pense que definitivamente aquele cabelo esta fortalecido mas mal protegido, e as pontas perderam hidratação mais do que pode absorver o tratamento com produtos.

Beijos